Fevereiro 26, 2018

História

 

A Freguesia da Camacha cujo orago é São Lourenço, foi elevada à categoria de vila em 10 de Setembro de 1994. Reserva ao visitante um universo profundamente humanizado, a paisagem e a orografia suportam as constantes marcas de humanização do espaço. Construíram-se as habitações, os caminhos – muitos deles sinuosos – as veredas, as levadas, as pontes, os fontanários, os moinhos de água, enfim, um conjunto de referências construídas que hoje fazem a memória daquela localidade. Caminhar pelas suas estradas e veredas é partilhar o verde das árvores que perfila as suas belas e majestosas Quintas. Falar da Camacha é indubitavelmente falar duma terra singular com fortes heranças culturais. Visitar esta freguesia do concelho de Santa Cruz é percorrer um longo caminho enredado nos seus patrimónios culturais, naturais e sociais.

  • LOCALIZAÇÃO

A Freguesia da Camacha é parte integrante do concelho de Santa Cruz. Situada no interior da Madeira a uma altitude superior a 700 metros, dista 10 Km da sede do concelho. Esta freguesia é atravessada e irrigada pela Ribeira do Porto Novo que aqui nasce, pelas levadas da Azenha e do Pico do Arvoredo, e pelo abundante caudal da levada da Serra. Com uma área de 1959 ha, destacam-se vários sítios habitados como o Sitio da Igreja, no centro, Salgados (cuja orografia é única), Nogueira e Ribeirinha a sul. Casais d’Além e Achadinha a norte. Rochão (é o maior de todos, tendo sido elevado à categoria de paróquia em 1961) e Ribeiro Serrão a leste e a oeste o Vale Paraíso e Ribeiro Fernando. Mas a diversidade está presente na Camacha, há lugares em que predomina a natureza no seu estado virgem como o Poiso e o Montado do Pereiro, nos quais podem ser apreciados um vasto conjunto de espécies da avifauna e um património vegetal indígena e exótico de rara qualidade.

  • POPULAÇÃO

Atualmente a Camacha tem cerca de dez mil habitantes sendo os seus principais sítios habitados o Sitio da Igreja, no centro, Salgados, Nogueira e Ribeirinha a sul. Casais de Além e Achadinha a norte. Rochão e Ribeiro Serrão a leste e a oeste o Vale Paraíso e Ribeiro Fernando. O sítio do Rochão é o maior de todos, sendo aquele que apresenta maior densidade populacional, tendo sido elevado à categoria de paróquia em 1961.

São dez os sítios da freguesia da Camacha:

  • Sítio da Igreja
  • Sítio do Rochão
  • Sítio da Achadinha
  • Sítio dos Casais de Além
  • Sítio do Vale Paraíso
  • Sítio dos Salgados
  • Sítio do Ribeiro Fernando
  • Sítio da Nogueira
  • Sítio do Ribeiro Serrão
  • Sítio da Ribeirinha
  • CONCELHO DE SANTA CRUZ

A Camacha é uma das freguesias do Concelho de Santa Cruz a par das freguesias de Santa Cruz, Caniço, Gaula e Stº António da Serra. Santa Cruz, sendo um dos lugares onde os Portugueses iniciaram o povoamento da ilha, foi elevada a vila por carta régia de 26 de Junho de 1515. A elevação à categoria de concelho deu-se ainda no mesmo ano através do foral de 15/12/1515. Sob proteção de S. Salvador, esta vila, atualmente cidade (desde 1996), registou, desde início grande crescimento económico, chegando até a rivalizar com a vizinha vila de Machico, sede de capitania. Destaca-se o valioso património edificado existente, que nos revela alguns imóveis de grande significado histórico, arquitetónico e arqueológico de características singulares.